23
Nov 09

Eu sei que penso demais, que podia deixar-me levar mais pelas emoções, que me controlo demasiado... Mas até que ponto devemos deixar o nosso coração vencer a razão? E será que compensa deixar que sejam os nossos impulsos a regerem a nossa vida?

E o arrependimento que pode vir depois de nos termos precipitado?

 

Já me disseram que tenho coração de "pedra" e que o orgulho é dos meus piores defeitos. Mas não serão este coração de "pedra" e este orgulho as minhas maiores armas contra o sofrimento? Até que ponto são maus??

publicado por LC às 15:33
sinto-me: pensativa

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13
14

15
17
19
21

22
25
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO