04
Jun 10

Em dia de "ponte" para a maioria dos tugas, cá estou eu a apanhar seca no "antro"!! Oh bida!!

publicado por LC às 16:56
tags:

24
Mai 10

Deixo-vos um poema que considero um verdadeiro elixir da felicidade!

  

 

سب الدستور المعدل عام أصبحت إسبانيا دولة قانون إجتماعية و ديمقراطية

تح نظام ملكي برلماني. الملك منصبه فخري و رن و واحدئيس الوزراء ه

الحاكم الفعلي للبلاد. البرلمان الإسباني مقسم الى مجلسين واحد للأعيا

عدد أعضاء يبل عين و واحد للنواب و عدد نتائج الانتخابات نائب. نتائج

  

الانتخابات الأخير مباشرة من أصبحت الشعبسنوات، بينما كل سنوات، بينما

يعين عنتخاباتضو من مجلس ا الشعب أيضاً. رئيس الوزراء و الوزراءيتم ماعية

 

و تعيينهمللأعيان

 

Quase chorei no trecho que diz: قبل البرلمان اعتماداً على نتائج

 

 (Autor Desconhecido)

P.S. - Se alguém me conseguir a tradução deste texto, dou 1 saquinho de caramelos!! Obrigada pelo vosso contributo! :)

publicado por LC às 11:45
tags:

06
Abr 10

 

Ontem, em conversa com a sister e uma amiga, a S., surgiu uma questão bastante pertinente: até que ponto a população portuguesa conhece o interior do seu próprio país? A conclusão a que chegamos é que ainda há muita boa gentinha que pensa que, no seu próprio país, nomeadamente nas cidades do interior (Bragança, é um bom exemplo!!), as pessoas ainda se deslocam de carro de bois e que alcatrão nas estradas ainda é uma utopia. Isto para não falar que a gentinha do litoral põe em questão a cultura e a sabedoria da população destas cidades.

Apesar de, ao longo de largos anos, termos vindo a ser constantemente esquecidos pelos "donos" do país (os chefes de estado, entenda-se!), a verdade é que até nos temos safado bem. Senão veja-se:

- a nível de qualidade de vida, não há comparação possível, já que temos todos os bens essenciais e mais alguns a poucos minutos das nossas casas;

- a nível financeiro, um salário mínimo, que na capital portuguesa serve apenas para pagar a renda de casa, aqui serve para este fim e ainda sobra algum para viver com o mínimo de decência;

- a nível cultural, para além dos museus e do património histórico, temos um teatro considerado dos mais bem apetrechados de Portugal;

- a nível social, as pessoas não são bichos-do-monte que nem sequer conseguem falar e estabelecer relações interpessoais, onde a escolaridade mínima é o infantário e as nossas roupas são manufacturadas.

 

Agora eu pergunto: mas afinal de quem é a culpa de tamanha ignorância?

Dos media, porque as notícias que passam nos canais nacionais são sobre os meios rurais e colocam sempre a senhora mais "tipicamente" vestida à transmontana a falar enquanto os burros e o gado passeiam, o que cria a imagem de que, de facto, em Trás-os-Montes só há "disto"?

Das pessoas do nosso país que, desconhecendo a nossa região, falam mais do que deviam, já que deixam transparecer a própria ignorância e até lhes fica mal denegrirem a imagem do nosso país sem conhecer as diversas realidades?

Ou das pessoas que, nascidas e criadas na região, quando decidem fazer vida em cidades maiores, para não passarem por "parolos", limitam-se a acenar com a cabeça quando alguém critica a nossa cidade e, quando regressam à terra natal, são os primeiros a falar mal do que conheceram e viveram durante anos?

Sinceramente, acho que a culpa não tem um, mas vários culpados, sendo que o topo está ocupado pela gentinha de mentalidade medíocre que não tem capacidade de abrir horizontes!


25
Mar 10

De volta aos maus velhos tempos...


16
Mar 10

O meu mundo parece que está de pernas para o ar... Começo a sentir o sangue a fervilhar novamente, a tensão a crescer... Volto a andar stressada!!!

 

publicado por LC às 15:18
sinto-me: não sei como...

11
Fev 10

Chiça!!! Estou farta do Dia dos Namorados e ainda nem é dia 14!!

(É verdade, ando de mau humor...e???)

publicado por LC às 22:22
sinto-me: Revoltada
tags:

02
Fev 10

Era uma vez um menino que vivia muito feliz e contente no seu mundo, perturbando tudo e todos, desrespeitando tudo o que se mexesse, ou seja, armando problemas por tudo e por nada!!! Ora, tendo sido comunicado a este menino que tinha de abandonar o castelo onde vivia porque a sua atitude era inaceitável, o menino tratou logo de tentar justificar o seu comportamento e alguém que atestasse que de facto o menino não andava bem, mas que já estava a ser tratado. E não é que a responsável pelo reino acreditou na história, enquanto os restantes súbditos se revoltaram com tamanha injustiça??!! Ah pois é!!

Fonte: http://inusitatus.blogtv.com.pt/img/Image/Inusitatus/2007/Setembro/castelo_mal_assombrado.jpg

publicado por LC às 14:41
sinto-me: furiosa

10
Jan 10

Hoje, foi um Domingo marcado pela neve (mais uma vez!!) que caiu na região e que, posteriormente, gelou. Já começa a ser habitual!GRRR

Para não variar, nestes dias de pasmaceira, em que não há nada para fazer, começo logo a entrar em fase de transe e a pensar na minha vida, nas voltas que tem dado nos últimos tempos. Sim, porque por melhor que as coisas me corram, não consigo não pensar, não consigo deixar de avaliar a minha vida e de ponderar se as coisas afinal estão bem ou se não poderiam estar melhores se estivessem diferentes.

Sou, por natureza, uma pessoa inquieta e, sinceramente, devem contar-se pelos dedos das mãos as vezes que consegui atingir paz de espírito. Tenho de arranjar sempre alguma coisa com que me preocupar e em que pensar! E as coisas pioram quando há alguma coisa pendente de acontecer! Dá cabo de mim tanta espera!! Msmo que eu diga o contrário!!

Oh bida!!

publicado por LC às 21:42
sinto-me: em transe

05
Jan 10

Lá nas nuvens é que se está bem! Pelo menos lá ninguém nos chateia e as coisas correm como nós queremos!!

 

publicado por LC às 12:34
sinto-me:
tags:

23
Nov 09

Eu sei que penso demais, que podia deixar-me levar mais pelas emoções, que me controlo demasiado... Mas até que ponto devemos deixar o nosso coração vencer a razão? E será que compensa deixar que sejam os nossos impulsos a regerem a nossa vida?

E o arrependimento que pode vir depois de nos termos precipitado?

 

Já me disseram que tenho coração de "pedra" e que o orgulho é dos meus piores defeitos. Mas não serão este coração de "pedra" e este orgulho as minhas maiores armas contra o sofrimento? Até que ponto são maus??

publicado por LC às 15:33
sinto-me: pensativa

Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
24
25
26

27
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO